top of page

Valor de uma amizade

O processo curativo de cada um


Há alguns dias eu apareci em um vídeo no Instagram falando com uma pequena gatinha no colo, o que causou muita curiosidade e várias mensagens in box. Para quem me conhece mais de pertinho, sabe que em dezembro eu perdi uma das minhas gatinhas. A Sol Dourado da Cor do Ouro, nome dado pelo meu filho Rafael, quando ele ainda era criança. A Sol está junto com a minha outra gata, a Jade, aqui no site da Art Wall. (Isso aqui é um empreendimento familiar e todo mundo colabora, porque eu sou dessas que envolve todo mundo. Ha!) Mas perto de completar seus apenas dez aninhos de vida, a Sol nos deixou, logo após o Natal. E eu que jurei que nunca mais ia arrumar outra gata, me vi adotando mais uma já em fevereiro.


E aqui eu tenho que falar do meu grande companheiro, meu marido Paulo. Ele que nunca gostou de gatos, foi o maior incentivador para que adotássemos um novo amigo de quatro patas. E assim a Salém entrou nas nossas vidas. E tudo mudou. Porque a perspectiva do cuidado, de ver um serzinho, mesmo que não um ser humano, se desenvolvendo, traz alegria e preenche nossas almas. E agora eu sou uma pessoa que dorme com um gato de 1 mês e meio no meio das minhas pernas e me acorda às cinco da manhã, mas me sinto feliz.




A gente não quer só comida. A gente quer comida, diversão e arte – E o que isso tudo tem a ver com arte, quadros e tudo o mais que temos por aqui? Tem a ver com a VIDA. O sentido que damos a ela. Tem a ver com vivenciar um luto e se levantar e recomeçar. O que te faz levantar todos os dias da sua cama e saber que a vida vale a pena? Seriam suas plantas? Seria uma nova receita? Seria ouvir os passarinhos no seu jardim? Seria ler e descobrir novas coisas? Seria trocar seus móveis de lugar e pensar em um cantinho só seu? Seria tocar um instrumento ou conversar por horas com algum amigo, mesmo que de maneira remota? Seja qual for a sua inspiração, saiba que ela é o que te mantém em pé e te faz dizer: A vida é bela. E arte é tudo isso que coloquei aí em cima e muito mais.


A minha arte, ou melhor, a maneira pela qual eu me expresso nesse mundo, é a escrita e a fotografia. São nessas duas paixões que eu exponho de corpo e alma o que há de melhor em mim e o que há de pior. Nem sempre somos maravilhosos. E tudo bem com isso. E é justo nos momentos bad, quando estamos sem chão, que um amigo pode fazer toda a diferença. E agora eu tenho que falar dessa pessoa querida que entrou na minha vida já faz alguns anos, a minha parceira aqui na Art Wall, Vivi Godinho.




Eu tinha acabado de perder a Sol de uma maneira muito sofrida. A pequena havia lutado muito para se manter viva e nós vivemos todo este processo. Perder um animal com quem se convive por quase dez anos não dói menos do que perder um ente da família. Dói diferente.

Foi quando eu recebi o presente. Este quadro, Sol de Outono, que está na nossa Coleção Abstrato, é uma homenagem da Vivi para nossa gatinha. Que ela só conheceu por vídeo, que ela aprendeu a amar pelos meus relatos. E enquanto eu chorava a minha perda, minha amiga querida transformou minha dor em arte.




O poder curativo da amizade e da arte é sem dúvida muito forte. Como uma fênix, minha gatinha foi parar em um quadro e ficará eternizada por este gesto de carinho e amor. A arte pode não ser um item da cesta básica, mas sem ela, sem essa beleza de alma, o que nos sobra?


Vou te deixar aqui um convite especial. Quando acabar de ler esse texto, faça por você algo que te dê enorme alegria. Seja ouvir uma música, dançar, cozinhar uma comida diferente, ligar para um amigo, pintar, o que seja. Qualquer forma de manifestação artística. Faça isso em memória das pessoas queridas que por ventura você já tenha perdido, faça isso, sobretudo, por você. Faça e veja a transformação em seu dia. E depois me conte. Por aqui ou pelo nosso Instagram ou por qualquer canal que você ache mais fácil me conectar. Vou adorar saber que de alguma forma eu fiz a diferença no seu dia.


Sobre a Sol, ainda deixamos a foto dela no site, com uma homenagem a nossa querida Guerreira. É muito provável que a Salém ganhe sua própria foto por aqui, mas isso já é uma outra história.




Oi! Eu sou Malu Machado, artista Art Wall, e hoje venho falar com vocês sobre Arte, amizade e como elas podem transformar nossa vida.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Assine nossa Newsletter

Receba em seu email dicas de arte e de bem estar para o seu lar

Email enviado!

bottom of page