top of page

Como ter mais paciência?

Atualizado: 20 de abr. de 2023

Como ter paciência comigo mesmo


Oi, como tem sido o caminhar da sua vida? Espero que esteja fluindo, que o mês de junho tenha acontecido por aí.


E dentro desse caminhar, e quando digo caminhada, me refiro a nossa caminhada interna, tão necessária para que continuemos ou que consigamos encontrar direção, foco, entendimento mesmo do que nos cerca e tudo que esperamos e desejamos em nossas vidas.


E no texto desse mês escolhi conversar um pouco com você a respeito de uma habilidade que em alguns momentos se faz muito interessante de ser exercitada e/ou fortalecida ou até mesmo desenvolvida, se esse for o caso.


Ela que volte e meia surge no decorrer da prática clínica como habilidade desconhecida ou pouco exercitada, sabe qual?


Sim, ela mesma. A paciência.




Haja Paciência!


Para uns amiga parceira, para alguns completamente desconhecida e para outros aquela amiga da onça.

Como tem sido aí pra você? Tem conseguido construir uma relação com a sua paciência? Como tem sido? Tem sido uma boa relação?

Existem uma frase muito usada que diz: “A paciência é o intervalo entre a semente e a flor” (caso alguém conheça o autor me conta?)

Vejo muito sentido nessa frase, você também vê?

Como é importante conseguirmos ter essa noção de espera em nossas vidas não é mesmo?





Paciência com os outros

Existem dois tipos de paciência:

A paciência interpessoal, que é a capacidade de se relacionar de forma geral com as pessoas, principalmente com as pessoas que nos exigem mais, que em alguns momento são relacionamentos desafiadores.



Paciência com você mesmo

E existe a paciência intrapessoal; que é a capacidade da pessoa ter paciência de esperar por algo, a paciência que exige do funcionamento do seu sistema nervoso, falará muito mais de você, dessa relação com você mesma que falo no início do texto. Ex: Em congestionamento no trânsito.

E se eu puder lhe sugerir um caminho para alcançarmos; é PRATICAR. Sim! Muita prática e autoconhecimento.


Exercer a paciência exige auto controle


E nessa busca interna, se escutar mesmo, se for necessária uma ajuda profissional, procure, se permita. O fundamental é a busca e o se permitir.


A paciência nos exige controle de si sabe? De nós mesmos. Nos exige tolerância, com o outro e com nós mesmos e não querer o que queremos na hora que queremos.


Photo by M.T ElGassier on Unsplash



Talvez, você se questione se é tão importante assim desenvolver, exercitar a paciência.

E como forma de contribuir em sua reflexão, convido você a se fazer as seguintes perguntas, como um termômetro:


Você já perdeu amizades, relacionamentos conjugais, oportunidades em sua vida por estar sendo impaciente?

E o volume dessa perda?

Qual o tamanho dela para você?

Isso posto, lhe digo, a paciência e o que diz sobre o nosso funcionamento cerebral, é uma habilidade do Ser Humano relacionada ao seu autocontrole, da forma como tem vivido a sua percepção de mundo, de viver. E essa “viagem interna” é particular, é sua... E extremamente legítima...

Desejo que você enxergue o que vê, honre isso e encontre o seu sentido, o seu, não o meu ou do outro que lhe cerca, mas o SEU.


E viva com paciência, em paz contigo e em suas relações nesse mês e nos próximos,


Um abraço,


Letícia Machado

Por Letícia Machado I Psicóloga

Olá, sou Letícia Machado, Psicóloga, especialista em Psicologia do Envelhecimento, apaixonada por organização, escritora aqui no Blog da Art Wall e hoje trago aqui possibilidades para lhe ajudar em sua busca interna de atenuar a sensação de urgência em viver.


Os artigos publicados neste blog expõem o pensamento de seus autores sobre um determinado tema de interesse público, sendo da responsabilidade de cada autor o conteúdo aqui veiculado.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


Assine nossa Newsletter

Receba em seu email dicas de arte e de bem estar para o seu lar

Email enviado!

bottom of page