top of page

A arte como jornada de transmutação


A arte te transforma?


por Malu Machado


Olá, queridos leitores! Estamos aqui em uma jornada de levar arte até você e junto a esta proposta sempre trazemos aquele toque pessoal de reflexão. Conectar pessoas com a nossa arte é a nossa meta. Mas o que conecta você a um tipo específico de arte? O quanto uma arte pode mexer com os seus sentimentos e te transportar para uma jornada íntima de crescimento pessoal?


Como idealizadora da Art Wall Quadros, uma plataforma dedicada à venda de quadros de fotografia, sinto-me compelida a mergulhar nessa discussão e compartilhar com vocês algumas reflexões pessoais.



Imagem: acervo pessoal


Imaginem, por um momento, um mundo sem arte. Seria como um jardim sem flores, um céu sem estrelas. Acredito que um mundo sem essa licença poética que a arte nos possibilita é um mundo estéril, sem sinergia, sem espelhamento, sem sabor. A arte vivenciada enquanto experiência, dá todo sentido à nossa vida. É através dela que enxergamos nuances, texturas e formas que dizem muito do que somos e no que acreditamos. Como disse o filósofo alemão Friedrich Schiller, "o ser humano só é verdadeiramente humano quando brinca", e a arte é essa brincadeira sublime que nos permite explorar as infinitas possibilidades da nossa existência.


Se por um lado a arte é um instrumento de crescimento pessoal, ela também é colocada no roll dos objetos de desejos elitistas e inacessíveis. Arte não é fútil e deve sim fazer parte da sua vida. É comum que alguns considerem a arte como mero adorno, destituída de propósito ou relevância. Contudo, até mesmo em seu papel decorativo ela nos proporciona um ambiente esteticamente agradável, estimula a criatividade e cria espaços que refletem nossa personalidade.

Ao longo da história, grandes obras de arte desafiaram convenções, estimularam debates e despertaram consciências. Artistas corajosos, como Frida Kahlo, que usou sua arte para abordar questões de gênero e identidade, ou a fotógrafa Mandy Barker, que dedica toda sua obra em defesa do meio ambiente.


Quando nos deparamos com uma obra de arte que ressoa conosco, ela mexe com nossas emoções mais profundas. Ela nos leva a contemplar a beleza, a tristeza, a alegria e o mistério do mundo que nos cerca. Através da arte, somos capazes de nos conectar com nossos próprios sentimentos e experiências, encontrando ressonância em cada pincelada, em cada clique da câmera. Qual foi a última vez que uma arte te tocou assim? A Arte te transfora? Como anda a sua jornada de transmutação?




A arte tem um valor social, político e emocional imenso. Ela tem o poder de nos fazer refletir, questionar e conectar com outras pessoas. A arte pode ser uma ferramenta poderosa para promover mudanças sociais, expressar opiniões e unir diferentes perspectivas em um diálogo enriquecedor. Ela transcende fronteiras e nos permite explorar novos horizontes.


Aqui na Art Wall Quadros, nossa missão é oferecer aos nossos clientes a oportunidade de trazer a arte para suas vidas de forma significativa. Acredito que os quadros de fotografia podem ser mais do que meras decorações de parede, mas sim peças que contam histórias e colaboram para o nosso autoconhecimento. Cada fotografia representa o trabalho de um artista talentoso e dedicado, cuja visão merece ser apreciada e valorizada. A Arte me faz pensar e sonhar com um mundo melhor.



Grande abraço,

Malu Machado


Por Malu Machado Cofundadora da Art Wall Quadros, jornalista e fotógrafa.

Os artigos publicados neste blog expõem o pensamento de seus autores sobre um determinado tema de interesse público, sendo da responsabilidade de cada autor o conteúdo aqui veiculado.



55 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Assine nossa Newsletter

Receba em seu email dicas de arte e de bem estar para o seu lar

Email enviado!

bottom of page