top of page

O PODER DA ILUMINAÇÃO

Atualizado: 17 de abr. de 2023

Iluminação de ambientes


Uma boa iluminação pode valorizar uma casa, assim como uma iluminação ruim é capaz de desvalorizar a decoração de um ambiente.


Cada espaço conta uma história, e a iluminação os transforma no cenário perfeito. Os tipos de lâmpada, a distribuição dos pontos e a cor da luz tem a capacidade de estimular sensações e afetam diretamente o humor e a produtividade dos moradores.



É interessante observar a estética das luminárias e alinhá-las com o mood da decoração, porém, muito além da beleza, temos que pensar na função de cada ambiente, como será utilizado e os horários de uso para escolhermos as lâmpadas ideais para cada situação. Observar as cores das paredes e móveis também é essencial para o bom desempenho da iluminação.



TIPOS DE ILUMINAÇÃO


Iluminação difusa


Esse tipo de iluminação é responsável pela luz geral do ambiente. Seu intuito é iluminar o espaço de forma homogênea e geral.




Iluminação indireta


Na maioria dos casos esse tipo de iluminação é criada através de rasgos no forro, mas também existem luminárias que fazem esse efeito.


Sua característica principal é que não vemos a fonte/lâmpada, vemos apenas a luz, trazendo um ar mais aconchegante e ameno para o ambiente.




Referência: CASACOR Goiás


Iluminação direta/focal


Para esse efeito utilizamos lâmpadas que tenham um grau de abertura pequeno, fazendo um facho de luz bem marcado e delimitado. Esse tipo de iluminação cria o contraste de luz e sombra, sendo utilizada para destacar pontos específicos como decoração, quadros, móveis e algum elemento diferenciado. A principal lâmpada para criar esse efeito é a dicroica, mas também usamos a PAR 20, Par 30 e as AR 70 e AR 111.


Para que um ambiente fique funcional e aconchegante, normalmente utilizamos mais de um tipo de iluminação, porém, com sessões de acionamento independentes. Dessa forma é possível criar ambiências diferentes para atender as diversas funcionalidades dos espaços.


Fonte: arquivo pessoal

TEMPERATURA DE COR DA LUZ


Um fator muito importante para definir a iluminação é a temperatura de cor, que nada mais é do que a tonalidade da luz. Ela pode ser branca (em torno de 6500K), neutra (em torno de 4000K) ou amarela (em torno de 2700K).


Existe o mito de que a luz branca ilumina mais que a amarela, mas não existe relação entre a cor e a intensidade de luz. Isso mesmo! Por mais incrível que pareça, é verdade!


A tendência atual é utilizar luz amarela ou neutra na casa toda, mas em alguns casos pode ser mais funcional utilizar a luz branca. Na dúvida, vai aí uma "regrinha":


Para criar uma atmosfera mais aconchegante, acolhedora e relaxante, a luz amarela é perfeita. Ela reproduz melhor a cor dos objetos. Já nas cozinhas, escritórios e ambientes que precisamos estar mais alertas, a luz branca é a mais indicada. Idosos e pessoas que tenham alguma deficiência visual um pouco mais severa, também podemos optar pela luz branca.


O interessante é saber diferenciar a temperatura de cor da iluminação, visualizar o efeito de cada uma no espaço, escolher o que mais agrada o seu gosto pessoal e seguir adiante!




ILUMINAÇÃO INTELIGENTE


Já ouviram falar em automatização residencial? Essa tecnologia envolve climatização, segurança, sonorização e também a iluminação.


O potencial da automação da luz residencial é incrível! Os interruptores tradicionais podem deixar de existir e tudo pode ser controlado por uma central de comando. Pode-se criar cenas específicas para cada ambiente pensadas de acordo com os hábitos e gostos dos moradores. Em cada cena são selecionados os pontos de luz que ficarão acessos, os que ficarão apagados e a intensidade da luz de cada lampada. Por exemplo, em uma cena para assistir filme a luz geral pode ficar apagada e apenas as indiretas acessas e com uma intensidade bem suave, criando um ambiente intimista.


TENDÊNCIAS DA ILUMINAÇÃO


Uma grande tendência em 2022 e que vai se expandir em 2023 é a iluminação de led multipoints, que são luminárias com led integrado, design minimalista, praticamente invisível, mas com alto fluxo luminoso e conforto óptico excepcional.


Nesse tipo de iluminação, a grande protagonista é a luz, a luminária se torna apenas uma coadjuvante. A luz é sentida de forma confortável e sutil, criando bem-estar em quem está no ambiente.



Referência: CASACOR Goiás


Com 15 anos de atuação no mercado, Camila Amoroso e Diego Tavares são sócios e há 9 anos dirigem a AT arquitetos, empresa com experiência em projetos de arquitetura e design de interiores, com foco no planejamento, projeto e consultoria on-line e presencial. Com escritórios em Juiz de Fora/MG e em Goiânia/GO, a AT arquitetos busca sempre atender às necessidades e se adequar ao perfil de cada cliente com soluções arquitetônicas únicas para cada desafio, e é esse o maior diferencial da dupla.


Os artigos publicados neste blog expõem o pensamento de seus autores sobre um determinado tema de interesse público, sendo da responsabilidade de cada autor o conteúdo aqui veiculado.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Kommentare


Assine nossa Newsletter

Receba em seu email dicas de arte e de bem estar para o seu lar

Email enviado!

bottom of page