top of page

Menos é mais! Organize a casa com o essencial

Atualizado: 20 de abr.

Estilo Minimalista


A Mari Organiza faz sua estreia no Blog da Art Wall com um tema forte. Quem tem coragem de diminuir as coisas que leva pela vida? O quanto este processo pode ser doloroso ou libertador?


Por Mari Organiza I Personal Organizer



E se eu te disser que ter menos coisas pode te fazer uma pessoa mais feliz? Pode parecer loucura, mas não é! Menos coisas é igual a menos estresse! Olhe à sua volta agora e veja quantas coisas você possui, coisas que herdou, ganhou ou comprou.... Como você se sente vendo tantas coisas na sua casa? Sente alegria por ter tantas coisas ou você fica triste por ter que cuidar de tantos itens que tomam grande parte do seu tempo? Sem contar na conta alta do cartão de crédito que você mal se lembra do que está pagando.


Fotos: Arquivo Pessoal



Você consegue tomar água quando o copo já está cheio com outra coisa? Bom, um recipiente vazio vale muito mais do que um cheio! E da mesma forma funciona em nossas casas. Se a nossa casa transborda bagunça para todos os lados, como teremos tempo, energia e espaço para receber visitas e ter novas experiências na vida?


Coisas bonitas, coisas úteis e coisas afetivas.


Eu gosto de pensar nas recompensas que uma vida organizada e com menos coisas pode me proporcionar, e isso me dá bastante motivação. Além do mais, é necessário mudarmos a relação que temos com os objetos. É preciso analisar com muito cuidado o que são cada um, para que servem, e também analisar qual o efeito ele tem sobre nossas vidas. Tornar-se atento a tudo que entra na sua casa é um bom início para uma vida melhor e mais leve. A intenção aqui é reduzir a quantidade de coisas que estão à sua volta. Então eu te convido a pensar assim comigo também. Todos esses princípios serão necessários para facilitar o desapego e irão nos ajudar ser bons porteiros da nossa casa!


Vamos começar do zero, em todas as partes da casa. O que são todas as coisas que estão no seu campo de visão? Como elas chegaram aí? Para que servem? Você usa todas essas coisas? Precisamos ver as coisas pelo que ela são e para o que elas servem. Na maioria das vezes podemos dividir tudo em: coisas que tem utilidade, coisas bonitas, e coisas afetivas.




Coisas úteis



O jeito mais fácil de começar o desapego é pelas coisas úteis. Elas são todos os itens que nos auxiliam a realizar alguma tarefa, itens que usamos todos os dias como nossa cama, cobertas, e algumas roupas. Tudo aquilo que você usa diariamente e agrega valor na sua vida. Será tentador pensar que tudo o que você tem na sua casa é útil, então tome bastante cuidado e seja sincero com você mesmo!


Coisas bonitas


Já as coisas bonitas, são aquelas que não tem uma função em específico, mas que gostamos de olhar para elas. Ao longo da história da humanidade, nós aprendemos a decorar os nossos ambientes, com quadros, fotografias, miniaturas etc. A apreciação estética faz parte de nós e é importante! Esses objetos têm todo o direito de ocupar um espaço de destaque na nossa casa, mas sem excessos. Então, muito cuidado ao expor objetos bonitos na sua estante da sala, e acabar fazendo dela uma vitrine de loja, onde não sabemos para qual local focar nossa atenção. Aposte em uma decoração minimalista! A decoração minimalista vai te proporcionar um lugar mais aconchegante, com mais espaço, além de facilitar a limpeza da casa.


Foto: Quadro Tranquilidade - Coleção Árida I Art Wall



Coisas afetivas


Agora vamos falar sobre objetos afetivos, aqueles itens que representam alguma memória ou ligação afetiva. Muitas vezes esses itens entram em nossas casas em forma de presente, heranças ou lembrancinhas. Se o objeto te enche de alegria quando você o olha, ele com certeza merece um lugarzinho especial na sua casa. Mas se você o guarda por algum senso de obrigação ou para comprovar uma única experiência, você precisa ser sincero com você mesmo e se desapegar. Dedicar tanto tempo, espaço e energia a coisas do passado, nos impede de viver o agora, o presente! Lembre-se: as memórias e lembranças ficam guardadas dentro de nós!




Ande por toda a sua casa, analise suas coisas, pergunte-se: "Para que você serve?", "Como você entrou aqui?", "Se você quebrasse, eu te substituiria?", "Eu queria ter você antes de te possuir?". Seja sincero nas suas respostas para com você mesmo. Os objetos não têm sentimentos, e nós não magoaremos eles se decidirmos nos desapegar. Além do mais, pense o desapego como uma oportunidade que você tem de fazer dinheiro vendendo as coisas que não são mais úteis para você, ou faça doações e ajude uma outra pessoa. O que não é mais útil na sua casa, pode ser de grande ajuda para outra pessoa.




E por fim, comece a pensar na energia que você vai gastar daqui para frente adquirindo um único bem. Pare e pense no "por quê?" antes da compra. Você planeja a compra, procura o melhor preço, vai até a loja ou gasta dinheiro com o frete, escolhe o lugar onde irá colocá-lo, aprende a usá-lo, gasta tempo limpando, fazendo manutenção, compra peças extras para completar, contrata seguro, protege-o o tempo inteiro, sem contar nos meses que você fica pagando a dívida desse objeto. Agora multiplique isso por todos os itens da sua casa, olha quanta energia e dinheiro gasto. É exaustivo e estressante.




Viver e se divertir é muito mais importante do que nossas posses. Sem o peso de todos os nossos pertences, sentimo-nos com mais energia e prontos para tudo!


Faz sentido para você? Espero que este texto lhe ajude a perceber que viver com menos coisas nos faz mais feliz e mais podemos viver e aproveitar cada momento que é único na vida!


Até a próxima, Mari Organiza.



Por Mari Organiza I Personal Organizer

Meu nome é Mariana, mas prefiro que me chame de Mari.

Sou Bacharela em Artes e Design pela Universidade Federal de Juiz de Fora, e Personal Organizer, especialista em organização de residências.


Todo mês eu vou estar aqui no Blog da Art Wall dando dicas para deixar sua casa e sua vida mais leve e organizada. Prontos para essa aventura?

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Assine nossa Newsletter

Receba em seu email dicas de arte e de bem estar para o seu lar

Email enviado!

bottom of page