top of page

Moodboard: como criar um painel de referências

Atualizado: 20 de abr. de 2023


Como criar seu board, moodboard, painel Pinterest


Por JULLIANA GOMES I Arquiteta e Urbanista



Painel de referências projeto Julliana Gomes Arquitetura

O moodboard, ou no bom português, painel de referências, nada mais é que um mural composto por imagens, referências e objetos que representam a essência de um projeto. Pode ser utilizado para diversos fins e é uma importante ferramenta para o trabalho de criativos de várias áreas como o design, arquitetura e moda. Em resumo o painel de referências se propõe a:


⦁ organizar e traduzir visualmente uma ideia;


⦁ definir um estilo a ser seguido;


⦁ criar foco.


No artigo de hoje vamos te ajudar a criar seu próprio moodboard, claro que puxando sardinha para nosso lado - a arquitetura e decoração - para ajudar você a definir que caminhos seguir, caso esteja pensando em decorar algum ambiente da casa! Obviamente, nada substitui o trabalho de um profissional arquiteto e designer, que tem o olhar especial e direcionado a desenvolver projetos, mas as dicas que vamos apresentar certamente vão contribuir para um olhar com mais foco.


Fonte: Photo by Toa Heftiba on Unsplash

Preparamos então 5 dicas essenciais para você se animar e criar seu próprio moodboard! ⦁ Defina seus objetivos

Em primeiro lugar você precisa ter em mente quais seus objetivos com o moodboard a ser criado. Seguem algumas perguntas para te guiar:

⦁ Em qual ambiente quero interferir e qual sua finalidade?

⦁ O que mais me chama atenção em ambientes como este?

⦁ Quais sensações desejo transmitir e quero sentir quando estiver nele?

⦁ Por qual estilo de decoração tenho preferência?

⦁ Pesquise referências

Separe referências usando sua intuição, não é hora para auto críticas e julgamentos. Referências podem ser imagens, sons, amostras de materiais como tecidos, papéis coloridos, folhas do chão e objetos que de alguma te despertem algum sentimento ou sensação que deseja transmitir.


Photo by Charles Deluvio on Unsplash

⦁ Salve imagens

Crie uma pasta para salvar imagens de referência para seu moodboard. E uma ótima ferramenta é o site Pinterest, uma plataforma on-line com uma infinidade de imagens, faça você mesmo, produtos e painéis de outros usuários. Basta a pesquisa pelo tema desejado que o algoritmo passa a te apontar infinitas imagens relacionadas ao tema, que você pode salvar em uma pasta na própria plataforma e até compartilhar com as outras pessoas que estão te ajudando nesse processo

Photo by Uby Yanes on Unsplash

⦁ Monte seu painel, enfim!

Depois de todos os passos anteriores, chegou a hora de colocar tudo em ordem. Organize as imagens e demais itens em um suporte que você escolher - pode ser no digital (Powerpoint, Photoshop, Canva) ou no analógico ( cartolina, mural imantado, painel de cortiça com tachinhas). É muito importante que você faça de uma forma que possa movimentar as imagens e os outros elementos escolhidos, seja com o mouse, no caso do digital ou com o auxílio de fita adesiva e tachinhas.


Photo by Uby Yanes on Unsplash

⦁ Respeite o tempo

Monte seu painel e o deixe parado por uns dias. Depois volte e com calma tente entender a história que é contada ali, através das referências que você colecionou. Se pergunte: O que te atrai nas imagens? Quais sentimentos elas estão evocando em você?

Volte a consultar a sua lista de objetivos, definida lá no passo 1 e observe se você conseguiu contemplá-los. Se for preciso, edite seu moodboard até que ele esteja alinhado com as sensações que você quer transmitir.


Caso você tenha o auxílio de um arquiteto para seu projeto, vocês irão desenvolver o painel de referência juntos, em uma etapa inicial que chamamos de briefing. Montar painéis de referência, que agora você também pode chamar por esse nome pomposo de moodboard, além de prático é um super exercício de autoconhecimento, que ajuda a descobrir seu estilo na decoração e resgatar sua essência.


Os artigos publicados neste blog expõem o pensamento de seus autores sobre um determinado tema de interesse público, sendo da responsabilidade de cada autor o conteúdo aqui veiculado

0 visualização0 comentário

Assine nossa Newsletter

Receba em seu email dicas de arte e de bem estar para o seu lar

Email enviado!

bottom of page