top of page

Ali, daqueles, dali. o Espaço Vivo.

Atualizado: 20 de abr. de 2023





Por MATEUS ESTEVES I Arquiteto e Urbanista



O trabalho do arquiteto, e de todo aquele que atua profissionalmente pensando nos espaços onde as pessoas realizam suas diversas atividades que compõem a vida dos seres neste planeta, é de tal forma bonito e desafiador, ao mesmo tempo que deve ser humilde e permitir a participação de todos os interessados na contribuição, desapercebida ou proposital, da composição do Espaço Vivo.


Os conceitos fenomenológicos de “Construir, Habitar e Pensar” segundo o filósofo alemão Martin Heidegger, onde o Construir, como essência, é se deixar habitar. Habitar, é tudo aquilo que o ser humano vivencia, estando ele realizando tarefas cotidianas de trabalho, lazer, em casa, ou mesmo nos seus deslocamentos, e, sendo ele o conceito central, só possível se o Pensar e o Construir trabalham de forma correlata e harmônica. “Não existem homens e além deles o espaço”.


Detalhe projeto EFE Arquitetos - Foto: acervo pessoal



Introduzido isto, vamos à ideia que queremos trazer aqui hoje:


Um projeto pensado para ser habitado, se inicia antes mesmo da chegada do arquiteto nos planos, previamente sonhados pelos primeiros idealizadores da ideia, normalmente uma pessoa leiga, que aspira um espaço com uma determinada função, que deve transmiti-la ao profissional de seu agrado.


Ao arquiteto, ou outro profissional designado para a tarefa de embutir sua experiência nessa empreitada, cabe interpretar os desejos do idealizador e com sua arte, aliada à técnica, desenvolver o Objeto que é, por sua vez, uma parte do que estamos chamando Espaço Vivo.


Elementos técnicos arquitetônicos Projeto EFE Arquitetos. Foto: Lorena Dini



Este Espaço deve atender tecnicamente à função à qual se destina, mas também, e aí se encontram os melhores profissionais, ser tela, tinta e pincel, para que o Habitar ali aconteça de forma agradável, lúdica e funcional, independente da função fim à qual ele se destina. A beleza é fundamental, e ela se manifesta por meio de todos sentidos humanos, descritíveis ou não.


Realizado o Projeto, o Espaço só se torna vivo, quando habitado, e habitar o Espaço, é inevitavelmente construí-lo e pensá-lo o tempo todo, novamente, de forma desapercebida ou proposital, e aqui queremos tratar da intencionalidade.


De maneira proposital, o Espaço se constrói quando imprimimos a ele, característica e traços pertinentes de quem o vivencia, não necessariamente àquele que o idealiza tecnicamente. Dar ao ambiente personalidade própria, é conferir a ele a identidade de quem faz vivo o Espaço, e confere características únicas de que ali, é o lugar daqueles dali, e faz com que seja este um lugar único, ao qual se pertence e se sente bem.


Arquitetura e decoração – Projeto EFE Arquitetos – Foto: Kempton Vianna


Não é preciso falar que a introdução de objetos decorativos, ou a opção de não tê-los, é por si só, uma marca de qualquer Espaço e a ele dá vida. Num bom Projeto Arquitetônico, todos os elementos técnicos ou não, decoram o Espaço, e a opção de preenchê-lo, diz mais sobre a personalidade da quem o habita, do que de quem intermediou a sua realização.


Portanto, profissional ou não, somos todos um tanto responsáveis pela construção do Espaço que habitamos, e assim como ao cuidarmos do nosso corpo, estamos promovendo saúde mesmo não sendo profissionais da área, um pouco também são todos capazes de, em algum nível, fazer Arquitetura, e deixo aqui uma frase que me inspira e que retrata o meu pensamento sobre a arte que escolhi para realizar todos os dias, e que sei que está, muito ou pouco, dentro de cada um. Do mestre e grande arquiteto português Álvaro Siza: A prática da arquitectura deve ser a da alegria, uma alegria que possa contaminar os espaços.


Os artigos publicados neste blog expõem o pensamento de seus autores sobre um determinado tema de interesse público, sendo da responsabilidade de cada autor o conteúdo aqui veiculado.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Assine nossa Newsletter

Receba em seu email dicas de arte e de bem estar para o seu lar

Email enviado!

bottom of page